sexta-feira, fevereiro 17, 2017

" Ensina-me a amar "- a melhor música de Anselmo Ralph !



As vezes é fácil pensar que amor é dizer palavras lindas ao vento (sim) As vezes é fácil pensar que amaar
é sentir no peito aquela dor e dizer eu te amo, (humhum) Mas não é assim amor é muito mais do que aquilo que o mundo vê 

Mas é só pedir a Cristo me ensina a amar Me ensina a cuidar Ó meu Senhor pois só tu sabes o que é real amor me ensina a amar Me ensina a cuidar Ó meu Senhor pois só tu sabes o que é real amor
  Pois amar não é fácil nele não há inveja, nem mentira e sempre há compaixão (siiim) amor é um sacrifício amor não é indecente, sempre é crente e não é traição (naão) Mas não é assim amor é muito mais do que aquilo que o mundo vê Mas é só pedir a Cristo me ensina a amar 

Me ensina a cuidar Ó meu Senhor pois só tu sabes o que é real amor me ensina a amar Me ensina a cuidar 
Ó meu Senhor pois só tu sabes o que é real amor Ooohooo

É Jesus Cristo que me vai ensinar o verdadeiro amor Porque ele deu sua vida por mim e não há amor igual 

me ensina a amar (me ensina a amar) Me ensina a cuidar (me ensina a cuidar) Ó meu Senhor (Ó Jesus Cristo) pois só tu sabes o que é real amor (só tu, só tu) me ensina a amar (me ensina a amar) Me ensina a cuidar (me ensina cuidar) Ó meu Senhor pois só tu sabes o que é real amor (pois só tu sabes, só tu sabes) me ensina a amar (éhé) Me ensina a cuidar (óhó) 

Ó meu Senhor pois só tu sabes o que é real amor me ensina a amar (só tu sabes) Me ensina a cuidar (só tu sabes) Ó meu Senhor pois só tu sabes o que é real amor

segunda-feira, fevereiro 13, 2017

sábado, fevereiro 04, 2017

Dulce Pontes lança duplo CD "Momentos"




Dulce Pontes celebra os 20 anos de carreira artística com o lançamento do duplo álbum "Momentos".

A compilação reúne 17 temas que a cantora popularizou e que foram gravados em conceituadas salas de espectáculo de Portugal, Espanha, Grécia, Itália, Holanda e Reino Unido. O duplo CD inclui ainda os duetos com José Carreras, no tema "Todos somos um", que foi o hino oficial do concurso "7 maravilhas do Mundo" e com George Dalaras em "O mar e tu". A destacar ainda a participação de Stefanos Koskolis, que assina os arranjos e a orquestração de "Por esse mar", tema que o músico e compositor também acompanha ao piano.

O novo registo de Dulce Pontes inclui novas versões de "Júlia Galdéria", "Canção de embalar" e "Canção do mar", bem como gravações ao vivo de temas como "Lágrima", Infante" e "Medo". "Passados 20 anos de dedicação à música, sempre com o espírito de aprendiz que é essencial à realização da obra, abri o baú de tantos palcos que pisei e encontrei os momentos-chave", diz a cantora, a propósito do novo trabalho. "No ano que vem", com letra de José Mário Branco e música de Ennio Morricone, é outro dos temas incluídos neste disco cujos arranjos, na sua maioria, têm a assinatura da cantora e compositora.

sexta-feira, janeiro 27, 2017

Eutanásia na Bélgica e Holanda. Há 20% a 30% de “casos de homicídio”



Denúncia partiu do médico e professor da Faculadade de Medicina do Porto Walter Osswald, em novo debate sobre eutanásia, desta vez na Universidade do Porto.

 Entre 20 a 30% dos casos de eutanásia na Bélgica e na Holanda são homicídios de "cariz social". A denúncia foi feita pelo médico e professor da Faculadade de Medicina do Porto Walter Osswald, num debate promovido pela comissão de ética da Universidade do Porto, no qual se ouviram também alertas para outros perigos, como, por exemplo, o da entrada demasiado tardia da componente paliativa.

 Ao analisar a realidade desses países, desde a entrada em vigor da legislação, o especialista conclui que uma boa parte das pessoas que morrem por eutanásia não a pediram. “O problema maior é que toda a eutanásia pressupõe que a pessoa pede para ser morta, mas isso não acontece na Holanda e na Bélgica: uma grande parte dos eutanasiados nunca pediram, são mortos por decisão de familiares, de médicos e de enfermeiros”, denuncia Walter Osswald. “Não é eutanásia, é homicídio. Toda a gente reconhece que se passa, não se sabe bem a percentagem, mas talvez em 20 a 30% dos casos na Holanda e na Bélgica de pessoas que se presume que se pudessem escolher escolheriam a eutanásia. Mas presumir é fácil”, alerta.

 O facto de se tratar de um procedimento executado muitas vezes por enfermeiros e não por médicos também é contrário lei, lembrou o também conselheiro do Instituto de Bioética da Universidade Católica, que foi o primeiro presidente da Comissão de ética da Universidade do Porto. Walter Osswald fez parte do Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida, foi presidente da Sociedade Portuguesa de Farmacologia, da Comissão Nacional para a Humanização e Qualidade dos Serviços de Saúde e da Comissão da União Europeia para a Protecção do Embrião e do Feto, entre outras funções desempenhadas.

Veja a noticia com som aqui : http://rr.sapo.pt/noticia/51828/eutanasia_na_belgica_e_holanda_ha_20_a_30_de_casos_de_homicidio

terça-feira, janeiro 24, 2017

Trump proíbe financiamento público para abortos


 O novo Presidente norte-americano, Donald Trump, restaurou a proibição de financiamento público a grupos internacionais que realizam abortos ou dão informação de planeamento familiar sobre essa opção.

Essa disposição legal tem estado no centro de uma espécie de 'ping-pong' político, tendo sido imposta pelos Governos republicanos e revogada pelos democratas desde 1984.

Mais recentemente, foi o antecessor de Trump, Barack Obama, quem pôs fim à proibição em 2009. Trump assinou o diploma um dia após o aniversário, a 22 de janeiro, da decisão de 1973 do Supremo Tribunal Roe vs. Wade, que legalizou o aborto nos Estados Unidos -- a data em que habitualmente os Presidentes decidem sobre esta matéria.

A legislação também proíbe financiamento com o dinheiro dos contribuintes para grupos de pressão que pretendem legalizar o aborto ou promovê-lo como método de planeamento familiar.

Noticia TSF

domingo, janeiro 22, 2017

"Sem Fronteiras" com Martins Bastos


Koh Samed (ou Ko Samet), é uma pequena ilha ao sul da Tailândia continental. Especialmente conhecida pelos locais, é uma das pérolas menos exploradas pelo turismo.
As praias de areia branca e as águas cristalinas rodeiam toda a ilha que está coberta quase na totalidade por um parque natural e área protegida. As águas quentes do golfo da Tailândia são habitat natural de imensas espécies, algumas perigosas como as moreias ou espécies venenosas de medusas, como a da foto!

Dica: Koh Samed não é dos locais mais baratos da Tailândia.

No entanto, encontrar um quarto à beira da água por 30€ noite é relativamente fácil o que justifica a viagem de 200km desde Bangkok para um fim de semana relaxado!

João Martins Bastos
web: www.martinsbastos.com
web: www.facebook.com/MartinsBastos

segunda-feira, janeiro 16, 2017

“Miss Sloane - Uma Mulher de Armas

Gosta de filmes onde a estratégia e o suspense estão na ordem do dia?

Se sim, não pode perder este "thriller" político realizado por John Madden ("A Paixão de Shakespeare", "O Capitão Corelli", "O Exótico Hotel Marigold"), segundo um argumento de Jonathan Perera. Jessica Chastain interpreta Elizabeth Sloane, uma poderosa lobista capaz de qualquer coisa para atingir os seus objectivos, mesmo quando isso a leve a cometer grandes ilegalidades. No Capitólio norte-americano, os esquemas são montados e as jogadas fazem-se sempre para ganhar.

Quando Sloane, determinada a encontrar um modo de alterar uma lei de controlo de armas, encontra o mais poderoso oponente da sua carreira, vai perceber que terá de modificar a sua estratégia. Esta sua opção leva-a a correr grandes riscos e a ter que pagar um elevado custo. Bom filme e entusiasmante, cuja protagonista foi nomeada para os globos de ouro 2017.

sexta-feira, janeiro 13, 2017

Filme : "Silêncio" - A fé vista pela câmara de Martin Scorsese




Durante muito tempo, viveu fascinado pelas histórias dos missionários. Martin Scorsese dirige agora o filme ‘Silêncio’, que retrata a história de dois padres jesuítas portugueses perseguidos durante a sua missão no Japão, no século XVII.

Apresentamos em seguida a entrevista realizada por James Martin, padre jesuíta norte-americano, consultor de Martin Scorsese para este filme, e diretor da ‘America Magazine’, uma conversa intimista sobre a fé e a vida. A tradução foi divulgada pela Companhia de Jesus em Portugal.

Fonte : Ecclesia

terça-feira, janeiro 10, 2017

Os dois sonetos de amor da hora triste


I 
Quando eu morrer - e hei-de morrer primeiro
do que tu - não deixes fechar-me os olhos 
meu Amor. Continua a espelhar-te nos meus olhos 
e ver-te-ás de corpo inteiro 


como quando sorrias no meu colo. 
E, ao veres que tenho toda a tua imagem 
dentro de mim, se, então, tiveres coragem, 
fecha-me os olhos com um beijo. 

Eu, Marco Pólo, 

farei a nebulosa travessia 
e o rastro da minha barca 
segui-lo-ás em pensamento. Abarca 

nele o mar inteiro, o porto, a ria... 
E, se me vires chegar ao cais dos céus, 
ver-me-ás, debruçado sobre as ondas, para dizer-te adeus. 

II 
Não um adeus distante 
ou um adeus de quem não torna cá, 
nem espera tornar. Um adeus de até já, 
como a alguém que se espera a cada instante. 

Que eu voltarei. Eu sei que hei-de voltar 
de novo para ti, no mesmo barco 
sem remos e sem velas, pelo charco 
azul do céu, cansado de lá estar. 

E viverei em ti como um eflúvio, uma recordação. 
E não quero que chores para fora, 
Amor, que tu bem sabes que quem chora 

assim, mente. E, se quiseres partir e o coração 
to peça, diz-mo. A travessia é longa... Não atino 
talvez na rota. Que nos importa, aos dois, ir sem destino.

Álvaro Feijó, lido na evocação de Mário Soares, pela voz de Maria Barroso

Oica e veja as imagens AQUI

quarta-feira, janeiro 04, 2017

Jovens estão a ser condenados à emigração e discriminação, afirma papa


«A cada um de nós é pedido para assumir o compromisso próprio – por mais insignificante que possa parecer – de ajudar os nossos jovens a encontrar aqui na sua terra, na sua pátria, horizontes concretos de um futuro a construir»

O papa considera que está a ser criada «uma cultura que por um lado idolatra a juventude procurando torná-la eterna, mas por outro, paradoxalmente», condena os jovens «a não possuir um espaço de real inserção».
No “Te Deum”, celebração de ação de graças pelo ano de 2016 a que presidiu este sábado, no Vaticano, Francisco sublinhou que os jovens estão a ser marginalizados da vida pública, «obrigando-os a emigrar ou a mendigar ocupação que não existe ou que não lhes permite projetar o amanhã». «Privilegiamos a especulação em vez de trabalhos dignos e genuínos que lhes permitam ser protagonistas ativos na vida da nossa sociedade. Esperamos deles e exigimos que sejam fermento de futuro, mas discriminamo-los e “condenamo-los” a bater a portas que, na maioria delas, permanecem fechadas», frisou.

 Para o papa, «não se pode falar de futuro» sem «assumir a responsabilidade» que a sociedade tem com os jovens: «Mais do que responsabilidade, a palavra justa é dívida: sim, a dívida que temos para com eles». «Falar de um ano que termina, é sentirmo-nos convidados a pensar como estamos a interessar-nos com o lugar que os jovens têm na nossa sociedade», acentuou Francisco. «A cada um de nós é pedido para assumir o compromisso próprio – por mais insignificante que possa parecer – de ajudar os nossos jovens a encontrar aqui na sua terra, na sua pátria, horizontes concretos de um futuro a construir»

Ao meditar sobre o nascimento de Jesus, o papa afirmou que os cristãos são convidados a não ser como o estalajadeiro de Belém que, à vista do jovem casal [Maria e José], dizia: aqui não há lugar. Não havia lugar para a vida, não havia lugar para o futuro». «A cada um de nós é pedido para assumir o compromisso próprio – por mais insignificante que possa parecer – de ajudar os nossos jovens a encontrar aqui na sua terra, na sua pátria, horizontes concretos de um futuro a construir. Não nos privemos da força das suas mãos, das suas inteligências, das suas capacidades de profetizar os sonhos dos seus idosos», declarou. Só será possível construir um «futuro que seja digno» dos jovens se se apostar «numa verdadeira inclusão: a inclusão resultante do trabalho digno, livre, criativo, participativo e solidário».

 «Ver o presépio desafia-nos a ajudar os nossos jovens para não ficarem desiludidos à vista das nossas imaturidades, e a estimulá-los para que sejam capazes de sonhar e lutar pelos seus sonhos; capazes de crescer e tornar-se pais e mães do nosso povo», apontou o papa. Jovens estão a ser condenados à emigração e discriminação, afirma papa

Rui Jorge Martins

domingo, janeiro 01, 2017

"Lion - A longa estrada para casa "



Quer começar bem o ano de 2017?

Então, aconselho a ir ver este filme que se baseia na obra autobiográfica "A Long Way Home", de Saroo Brierley com a realização de Garth Davis segundo um argumento de Luke Davies. Este bom filme decorre no ano de 1986, quando Saroo, de cinco anos, se perde do irmão numa estação de comboios.

Refugiando-se numa das carruagens para dormir, o comboio começa a andar e Saroo acaba por ser levado para Calcutá (Índia), por onde vagueia sozinho durante semanas, sem saber que estava a 1500 quilómetros da sua casa. Apesar de imensas dificuldades, consegue sobreviver até ser encontrado por um centro de crianças abandonadas e posteriormente adoptado por Sue e John Brierley, um casal australiano.

Entretanto, 25 anos passados, e a viver na Tasmânia com a família adoptiva, Saroo começa a ter algumas memórias do que se terá passado no dia em que se perdeu da família. Apesar de triste e amargurado, mas com uma necessidade imensa de descobrir as suas verdadeiras origens, estuda a linha de caminho-de-ferro através do Google Maps.

Com algumas informações somadas e lembranças sobre lugares e pessoas, Saroo viaja até à Índia, na esperança de encontrar algo que lhe indique novamente o caminho para casa… Um filme muito emotivo com boa banda sonora, boa cinematografia, transporta-nos até às dificuldades sob o olhar de uma criança de cinco anos, a percorrer caminhos desconhecidos.

Veja o trailer aqui: https://www.youtube.com/watch?v=yN5CV125uxgClassificação final: 4 estrelas em 5.

domingo, dezembro 25, 2016

O milagre do impossível



Há certamente uma razão profunda nos Evangelhos para que, a seguir ao nascimento de Jesus, faça seguir o massacre dos inocentes. Logo depois da esperança do resgate, o Recém-Nascido que indica o caminho da libertação do Mal, eis que regressa a história, a violência do poder que refuta o Bem porque sabe que não serve para o sistema que construiu ou sobre o qual se instituiu.

Talvez seja inoportuno, nos dia de Natal, recordá-lo, mas assim é, e todos o sabemos muito bem. Após o Natal, no calendário chegam rapidamente o fim do ano velho e o início do ano novo, uma sequência ritual que volta a propor a esperança num mundo melhor para cada um e para todos. Não são festas a levar com ligeireza, o Natal e a Passagem de Ano!

Deveriam solicitar reflexões profundas, e não estimular, ao contrário, esquecimentos ou pantominas favorecidas pela euforia da festa. Conheci e conheço pessoas que enfrentam a última noite do ano em solidão, fechando-se num quarto a escutar música não evasiva e a refletir sobre a sua razão de estar no mundo, prestando contas do que fizeram durante o ano que morre e meditando nos propósitos para enfrentar aquele que nasce, o que pedir a si próprio para o não viver passivamente.

O Natal e a Passagem de Ano estimulam em alguns uma amarga consideração sobre as falhas, sobre as dificuldades em estar à altura das tarefas que se deveriam assumir para combater o Mal, para defender o Bem. E, sobre isto desejo insistir, para enfrentar o presente como o futuro numa visão não individualista, pensando nas tragédias da história de hoje e naquelas da história de sempre. Dizia-se, no passado, que o contributo de cada pessoa para a mudança, para a vitória do Bem sobre o Mal da história (provavelmente impossível), que a nossa ação pela justiça devia ter em conta não só os vivos, que ela devia ter também a função de “libertar” até o passado, de resgatar a pena das milhões de vidas vividas pouco ou vividas mal, de dar um sentido ao seu sofrimento e à sua amarga passagem sobre a Terra.

 E isto faz-nos pensar, em particular, precisamente nos Inocentes, nas crianças cujo massacre, no mundo, nunca teve fim, e que hoje continua a ocorrer. Deveria ser este o nosso propósito prioritário, na passagem para um novo que nasce e um velho que morre: um mundo em que se possa assistir ao milagre do impossível, aquele em que o lobo se deita com o cordeiro, augurando aos cordeiros/crianças que possam ter uma vida longa, plena, útil, serena, e lutando para que tal se possa realizar.

Goffredo Fofi In "Avvenire"

quinta-feira, dezembro 22, 2016

" Sem Fronteiras " com Martins Bastos

 
 As torres gémeas de Petronas, localizadas em Kuala Lumpur, na Malásia, têm 88 andares e são actualmente o sexto edifício mais alto do mundo, com 452 metros.
As torres estão ligadas por uma ponte para facilitar a movimentação de pessoas em caso de emergência, o que lhes confere o estatuto de edifício único (Torre Petronas).

Kuala Lumpur, capital da Malásia, é uma cidade vibrante, cheia de edificios altos, jardins, templos e com uma vida nocturna bastante animada. Os níveis de segurança são muito elevados o que faz de todo o país um atractivo destino de férias.

Dica: Malásia é um país com uma costa de 4,675 km. As praias de areia branca e aguas mornas são uma constante, o que tornam o país um excelente destino de férias com uma excelente relação preço qualidade.
 
João Martins Bastos
web: www.martinsbastos.com

terça-feira, dezembro 13, 2016

Natal de Jesus

“O Natal é construído com base num lindo e intencional paradoxo: que o nascimento de uma pessoa sem lar seja celebrado em todos os lares.” Gilbert Chesterton

Normalmente não gosto desta altura festiva do Natal. Barulho por todo lado, compras, créditos e esbanjamento de dinheiro para as prendas e mais prendas. As pessoas esquecem que o Natal existe porque Jesus nasceu….Vimos um Natal travestido de Pai Natal, mais uma época que continua a lógica do Ter sobre o Ser…. E lembrar que Jesus nasceu num estábulo na pobreza!

 Milhões de pessoas comemoram o Natal. Os pinheiros são enfeitados, as casas e ruas ficam cheias de luzes, ceias familiares são realizadas e muitos presentes são trocados. Mas, será que pode existir uma comemoração real sem a presença d´Aquele por causa de quem o Natal é festejado? Vivemos uma época de decadência desenfreada rumo à capitalização e marketing desse dia 25 de Dezembro. Com o real significado do Natal cada vez mais esquecido….

Vejo pelas crianças que já tem inteligência suficiente para saber que Pai Natal não existe, e que o Rudolph e os gnomos ajudantes são só uma continuação dessa mentira. E elas sabem quem é Jesus? Obviamente que não. Mas coitadas das crianças! A culpa não é delas: a sociedade e principalmente os pais é que fazem essa “lavagem cerebral” ensinando aos filhos que o Pai Natal veio do Pólo Norte, que tem um trenó e tal, e simplesmente ignoram o nascimento do menino Jesus. Com o avançar da idade, os pequenos enganados descobrem que o velhote das barbas brancas não existe, e com isso, não fica nenhuma imagem de Cristo. Para ajudar a esta situação, as lojas, mercados e indústrias aproveitam-se da data para vender, vender, vender. Vendem brinquedos, roupas, penduricalhos, comida para a ceia e principalmente os presentes, por que afinal, na cabeça das pessoas o que é o Natal sem compras? O Natal é justamente isso prendas e mais prendas!Sinto-me tantas vezes angustiado, numa época que deveria ser de comemoração do nascimento d`Aquele que mais amo, transformado no lixo consumista que se tornou esta sociedade que vivemos.

Temos um Natal transformado em dia de presentes e da ceia. E tantas vezes nem a ceia as pessoas sabem qual o seu verdadeiro significado. Amigo Leitor, a verdade é que:Há 2000 anos, Jesus Cristo, o Nazareno nasceu em Belém. Agora ele quer passar o Natal com aqueles que O amam! No dia 25 de Dezembro o que se comemora é uma mensagem de Paz e Amor para todos. Realmente, sem Ele, o Natal perde o sentido! Sem um relacionamento vivo com o Redentor eterno, com Jesus Cristo, a vida é muitas vezes uma sequência de preocupações e aflições sem sentido. Por isso, amigo leitor, neste Natal abra o seu coração. Deixe Jesus entrar na sua vida!!

Cláudio Anaia

Este artigo também pode ser visto AQUI

domingo, dezembro 11, 2016

Notre Dame- Paris



A Catedral de Notre-Dame de Paris.(em francês: Cathédrale Notre-Dame de Paris) é uma das mais antigas catedrais francesas em estilo gótico. Iniciada sua construção no ano de 1163, é dedicada a Maria, Mãe de Jesus Cristo (daí o nome Notre-Dame – Nossa Senhora), situa-se na praça Paris, na pequena ilha Île de la Cité em Paris, França, rodeada pelas águas do Rio Sena.

A catedral surge intimamente ligada à ideia de gótico no seu esplendor, ao efeito claro das necessidades e aspirações da alta sociedade, a uma nova abordagem da catedral como edifício de contacto e ascensão espiritual.

sexta-feira, dezembro 09, 2016

Mickey Mouse


Mickey Mouse é um personagem de desenho animado e que se tornou o símbolo da The Walt Disney Company. O personagem foi criado em 1928 por Walt Disney e o desenhista Ub Iwerks e dublado por Walt Disney. The Walt Disney Company celebra seu aniversário em 18 de novembro de 1928, que é a data de lançamento de Steamboat Willie, embora até meados dos anos 1980 a data fosse comemorada em 28 de setembro

O camundongo antropomórfico evoluiu de ser simplesmente um personagem de desenhos animados e quadrinhos para se tornar um dos símbolos mais conhecidos do mundo. O personagem Mickey foi criado em 18 de novembro de 1928, no curta animado mudo Plane Crazy. Todavia, antes que o trabalho pudesse ser finalizado, o som irrompeu nas telas do cinema. Desta forma, Mickey teve a sua estreia com o desenho sonoro intitulado "Steamboat Willie", que foi o primeiro desenho animado sonoro, apresentado no Colony Theatre em Manhattan, Nova Iorque, em 18 de novembro de 1928, para uma enorme plateia que aguardava ansiosamente pela primeira aparição de Mickey Mouse. Sua reprodução vocal (dublagem) a partir de Steamboat Willie era desempenhada pelo próprio Walt Disney (entre 1928 e 1946). Depois de Walt Disney, foi James G. MacDonald que assumiu a vocalização do Mickey e em 1977, Wayne Allwine, um aprendiz de James G. MacDonald que foi a voz do Mickey até a sua morte em 2009.

Atualmente, Mickey é dublado por Bret Iwan.

quarta-feira, dezembro 07, 2016

Torre Eiffel - Paris


Fui dar a minha caminhada nocturna até à Torre Eiffel Torre Eiffel (em francês: Tour Eiffel, /tuʀ ɛfɛl/) é uma torre treliça de ferro do século XIX localizada no Champ de Mars, em Paris, que se tornou um ícone mundial da França e uma das estruturas mais reconhecidas no mundo.

A Torre Eiffel, que é o edifício mais alto de Paris, é o monumento pago mais visitado do mundo, milhões de pessoas sobem à torre cada ano. Nomeada em homenagem ao seu projetista, o engenheiro Gustave Eiffel, foi construída como o arco de entrada da Exposição Universal de 1889. A torre possui 324 metros de altura e fica cerca de 15 centímetros maior no verão, devido à dilatação do ferro. Foi a estrutura mais alta do mundo desde a sua conclusão até 1930.

quinta-feira, dezembro 01, 2016

Cutubia - Marraquexe


 A mesquita Cutubia ou Kutubiya é a maior mesquita e um dos monumentos mais representativos da cidade de Marraquexe (Marrocos). Seu minarete é o modelo dos das mesquitas de Rabat, com a Torre Hassan e de Sevilha (Espanha) com a Giralda.

O nome deriva do árabe al-Koutoubiyyin, que significa bibliotecário, pois a mesquita costumava estar rodeada por vendedores de manuscritos. A torre tem 69 metros de altura e uma largura de 12,8 metros. O seu interior é constituído por seis salas, uma por cima da outra, atravessadas por uma rampa que permitia o almuadem chegar à varanda da torre. Foi construída no estilo tradicional almóada e a torre é adornada com quatro globos de cobre.

quarta-feira, novembro 30, 2016

GranVia- Madrid


 A Gran Vía é uma das principais ruas da cidade de Madrid, na Espanha. Começa na Calle de Alcalá e termina na Plaza de España.

É uma importante área comercial, turística e de lazer, com os seus muitos cinemas, apesar de alguns terem fechado para dar lugar a teatros para musicais, pelo que o troço da Gran Vía, compreendido entre a Plaza de Callao e a Plaza de España, seja conhecido como a Broadway madrilenha.

sexta-feira, novembro 25, 2016

Guerra na Síria. Entrevista à freira que escapou várias vezes da morte “por minutos”



Guadalupe é uma freira de ideias fortes. Chegou à Síria antes da guerra civil e viu de perto a região tornar-se um inferno. Garante que "a primavera árabe foi uma grande mentira"

 A irmã Maria de Guadalupe Rodrigo, uma freira argentina que viveu durante quatros anos na Síria, escapou à morte por escassos minutos várias vezes. Enquanto viveu em Aleppo, viu um míssil cair a 50 metros de sua casa e habituou-se a dormir ao som das explosões constantes. “Quando uma vez fomos ao Líbano, na primeira noite lá foi difícil dormir, por causa do silêncio”, conta ao Observador. E explica que foi para a Síria porque a sua congregação — o Instituto do Verbo Encarnado — vai para “os lugares onde ninguém quer ir”.

Ver a entrevista completa, AQUI

terça-feira, novembro 22, 2016

" Sem Fronteiras " com Martins Bastos



Banteay Srei é um magnifico templo situado a 25 km do complexo de templos de Angkor Wat, perto da cidade de Siem Reap. Templo de características únicas, foi construido apenas por mulheres nos principios do século X e está composto por pedra avermelhada o que lhe confere um aspecto totalmente distinto dos demais templos existentes na ares.

A cidade de Siem Reap, situada a 5 km do complexo de templos de Angkor Wat, serve de albergue aos milhões de turistas que visitam anualmente os templos, sendo fácil encontrar quartos e comida a preços económicos, bem como diversas ofertas e meios de transporte para os templos. Dica: Alugar uma bicicleta a 2€ día é um experiência interessante.

Os templos mais próximos da cidade são de acesso fácil e plano. No entanto o templo de Banteay Srei está situado a quase 30 km da cidade pelo que uma visita aos templos mais distantes deve ser feita noutro dia e considerando o transporte de um "guia" local nos famosos Tuk-Tuk.

 João Martins Bastos

web: www.martinsbastos.com
web: www.facebook.com/MartinsBastos

domingo, novembro 20, 2016

A não perder :Testemunho da irmã Guadalupe, missionária na Síria




A irmã Gadalupe vai estar em Portugal . Vai dar um testemunho na proxima quarta feira, dia 23, as 21h15m na Igreja da Encarnação em Lisboa.  Apareçam !

sexta-feira, novembro 18, 2016

Bons exemplos : Pessoas excluídas ocuparam primeiras filas em concerto no Vaticano



Algumas das músicas mais conhecidas de Ennio Morricone, compositor italiano vencedor de dois Óscares, foram interpretadas este sábado, no Vaticano, diante de uma audiência que incluiu centenas de pessoas excluídas socialmente, sentadas nas primeiras filas.

Os restantes convidados foram incentivados a fazer doações em prol da construção de uma nova igreja em Moroto, Uganda, e uma escola agrícola no Burkina Faso, revela a Rádio Vaticano. A iniciativa, integrada no Jubileu da Misericórdia para pessoas socialmente excluídas, que decorreu nos últimos dias no Vaticano, contou com a participação da orquestra “Roma Sinfonietta” e os coros da Academia Nacional de Santa Cecília e da diocese de Roma. Os agrupamentos foram regidos por Morricone e também por monsenhor Marco Frisina, diretor do Coro da Diocese de Roma, que dirigiu a execução de algumas composições religiosas, também suas.

Morricone, de 88 anos, estreou uma nova composição, “God, one of us”, tendo conduzido os músicos em alguns dos seus mais conhecidos trechos de bandas sonoras de filmes, como “A missão”, de Roland Joffé, reporta a Reuters Esta segunda edição do “Concerto para a Caridade”, organizado pela ONG “Nova Opera”, pela diocese de Roma e pelo Conselho Pontifício para a Nova Evangelização, entre outros organismos, marca as últimas celebrações do Jubileu Extraordinário, que se conclui a 20 de novembro.

No final do concerto, os jovens do Coro da Diocese de Roma e os voluntários do Jubileu distribuíram uma refeição e uma pequena lembrança para as pessoas carenciadas. Enio Morricone destacou o desejo de Francisco de que o concerto fosse dedicado aos mais necessitados: «É muito importante que um público não seja o rico, mas um público sem dinheiro que possa assistir e escutar esta música, com este Coral, com esta Orquestra, é algo que gosto muito de fazer».

 Rui Jorge Martins - SNPC

quarta-feira, novembro 16, 2016

Crítica de cinema : “O Herói de Hacksaw Ridge”





Mel Gibson, realizador dos filmes "Braveheart" (1995), "A Paixão de Cristo" (2004) , volta agora com a história verídica de Desmond T. Doss ,um jovem que desejava ser médico , sonho esse adiado devido aos escassos meios financeiros da família.

Empenhado em salvar vidas, alista-se no Exército norte-americano para cumprir o que considera ser sua missão: ajudar os combatentes da Segunda Grande Guerra- Batalha de Okinawa, mesmo sabendo que as suas convicções pessoais e religiosas o impossibilitam de possuir uma arma ou matar um inimigo. Num filme muito intenso onde assistimos a imagens de teatro de guerra , vemos o principal protagonista, que apesar do preconceito de alguns dos seus colegas, sozinho, quando todos aguardavam pelo nascer do dia, salvar 75 homens abandonados à morte em território inimigo.

Este feito fará dele o primeiro opositor de consciência a receber a Medalha de Honra do Congresso norte-americano. Doss, transportava sempre consigo uma Bíblia e era admirável as suas convicções cristãs.

 Um bom filme em que acredito terá varias nomeações para os Óscares em Fevereiro 2017.

Cláudio Anaia

Veja também, AQUI

segunda-feira, novembro 14, 2016

Hoje temos Super Lua


A Superlua de segunda-feira será a maior e a mais brilhante desde 1948.

Segundo o Observatório Astronómico de Lisboa (OAL), a melhor altura para se observar a Superlua será quando nasce, às 17h49, uma vez que a estará próxima do horizonte. “O aumento do seu diâmetro vai parecer ainda maior do que a ampliação de 14 por cento causada pela ocorrência de Superlua”, refere o OAL. Por definição, a Superlua acontece quando a diferença entre os instantes de Lua cheia e do perigeu é menor do que um dia e oito horas.

O perigeu lunar ocorre quando a Lua, no percurso da sua órbita, está mais próxima da Terra. Na segunda-feira, às 13h52 (hora de Lisboa), a Lua estará em fase de Lua cheia, tendo passado pelo perigeu, a 356.508,987 quilómetros da Terra, às 11h22.

Os dois acontecimentos estão separados por duas horas e meia.

quarta-feira, novembro 09, 2016

Imoral : "“Eutanásia pode ser uma boa opção para os pobres”

Veja a noticia aqui : http://www.bioedge.org/bioethics/bioethics_article/11071

 Rimantė Šalaševičiūtė, ministra lituana da Saúde, membro do PSD Lituano, declarou pouco depois de tomar posse, em 2014, que a eutanásia deveria ser considerada como uma boa opção para os pobres que não podem pagar os cuidados de saúde … nomeadamente os cuidados paliativos.


Rimantė Šalaševičiūtė, afirmou que a “Eutanásia pode ser uma boa opção para os pobres” e disse claramente que era uma solução para quem não quiser sobrecarregar a sua família, uma vez que na Lituânia não existe estado social, com custos ou com a visão do espectáculo do seu sofrimento. Como se o sofrimento fosse um espectáculo.

 Como se um pobre sofredor devesse ser morto para evitar que os outros o vejam. Este é um dos objectivos de muitos defensores da eutanásia: reduzir custos com despesas de saúde com aqueles que não podem pagar os elevados preços dos cuidados de saúde, encurtando-lhes a vida prematura e deliberadamente. E não se trata só de pobres com doenças terminais. Na mesma ocasião a ministra lituana também considerou a eutanásia como adequada para as crianças com doenças graves. Estas podendo representar custos elevados quando as suas doenças se tornam crónicas ou incapacitantes como as deficiências físicas ou mentais. As declarações da então ministra foram reproduzidas em diversas revistas da especialidade, nomeadamente na BioEdge especializada em bio-ética.

 Em Portugal não tiveram eco. Este é o tipo de solução que o Bloco de Esquerda, proponente de legislação para legalizar a eutanásia, quer para Portugal?

Uma vez a porta aberta, a vida do pobre não valerá nada em face do potencial de redução de custos que o seu assassinato representará. Provavelmente será até o FMI e a União Europeia a exigir a implementação de tais leis para melhorar o deficit orçamental. Rimantė Šalaševičiūtė teve de se demitir, em Fevereiro de 2016, depois de confessar ter tentado subornar um médico.

Texto de Jorge Fonseca de Almeida

terça-feira, novembro 08, 2016

“Before the flood” com Leonardo de Caprio

Em dia de eleições americanas, decidi trazer a este nosso blogue o mais recente trabalho  sobre as mudanças climáticas

 O documentário de Fisher Stevens traz o Mensageiro da Paz da ONU, Leonardo DiCaprio, que nos levará à linha de frente sobre aquela que é para mim uma das principais preocupações da actualidade

O actor conversa com algumas das pessoas mais proeminentes na causa como Barack Obama, o ex-presidente Bill Clinton, o Secretário de Estado John Kerry, o Secretário Geral da ONU Ban Ki-moon e o Papa Francisco.

O vídeo pode ser visto, aqui em baixo,  legendado em português de forma gratuita.

domingo, novembro 06, 2016

Papa lamenta que resgatar bancos seja mais importante que salvar refugiados

"Quando um banco entra em bancarrota, aparecem imediatamente somas escandalosas para o salvar, mas quando há esta bancarrota da humanidade, não há nem uma milésima parte", lamenta.

O papa Francisco lamentou este sábado que sejam destinadas “somas escandalosas” de dinheiro para salvar bancos em dificuldades, mas não se invista “nem uma milésima parte” na ajuda a refugiados e migrantes.

“Que se passa no mundo de hoje que, quando um banco entra em bancarrota, aparecem imediatamente somas escandalosas para o salvar, mas quando há esta bancarrota da humanidade, não há nem uma milésima parte para salvar esses irmãos que sofrem tanto?”, questionou o papa, citado pela agência EFE.

Veja a noticia completa AQUI